Organizar a vida financeira: 10 dicas para fazer isso corretamente

Tempo de leitura: 7 minutos

Fale a verdade, quando o assunto é organizar a vida financeira, você tem dificuldades de fazer o salário chegar ao fim do mês?

Se tiver alguma emergência, bate o desespero para conseguir pagar? Guardar dinheiro e investir então, parecem conversas distantes né?

Se você respondeu sim a alguma dessas perguntas, saiba que não está sozinho.

Muitas pessoas acham que é preciso ganhar muito bem para conseguir mudar de vida

A boa notícia é que com o planejamento financeiro certo é possível se organizar e ficar tranquilo independentemente de quanto você recebe no fim do mês.

Não deixe pra depois o que você pode fazer agora.

Veja como organizar sua vida financeira de uma vez por todas com as 10 dicas que separamos para você colocar em prática já!

 

1 – Quer organizar a vida financeira? Mude o jeito como você encara o dinheiro

Falar sobre dinheiro não deveria ser o tabu que é, e você não precisa sair por aí contando qual o seu salário ou quanto pagou de imposto de renda no último ano, para mudar isso.

Conversar sobre as finanças é também um jeito de encarar sua vida financeira de frente, sem vergonha e sem deixar suas responsabilidades de lado.

Parar de usar desculpas para não ter um controle financeiro pessoal também é importante.

Preste atenção às pequenas sabotagens que você faz com gastos diários e mude de atitude o quanto antes.

Amanhã você vai desejar ter começado hoje!

organização da vida financeira

2 – Faça uma avaliação real da sua situação atual

O primeiro passo para organizar a vida financeira é saber em que ponto você está agora.

Anote tudo que ganha: salário, renda extra, investimentos e tudo mais.

Levante também quais são os gastos: contas fixas, variáveis, dívidas, financiamentos e empréstimos.

Ao encarar a sua situação verdadeira, vai ser mais fácil entender como economizar e como fazer um planejamento financeiro efetivo, sem cair na tentação de subestimar as dívidas (e seus juros) e sem superestimar o quanto você ganha.

 

3 – Estabeleça e cumpra metas

Um dos melhores truques para conseguir reduzir custos e economizar dinheiro é ter bem claro quais as metas você quer alcançar com esse dinheiro, usando os sonhos como principal motivação.

Quer trocar de carro em 2 anos? Calcule na ponta do lápis quanto precisa guardar por mês para conseguir comprar o automóvel desejado à vista.

Trace metas para curto, médio e longo prazo e quando estiver pensando em desistir, se lembre que você está economizando para realizar dos seus sonhos.

 

4 – Faça da planilha financeira sua melhor amiga

Para visualizar com clareza para onde está indo o seu dinheiro você precisa ser organizado e ter um controle financeiro pessoal eficiente!

Anote absolutamente todos os seus gastos, assim vai ficar mais fácil perceber o que é supérfluo e pode ser cortado.

Até os pequenos gastos diários como aquele cafezinho, aparentemente inofensivo, pode causar um impacto grande no seu orçamento mensal.

Conte com a tecnologia para  ajudar neste passo, mantenha uma planilha financeira atualizada em seu computador ou baixe um aplicativo para fazer o controle em seu smartphone.

 

5 – Determine (e siga) seu orçamento pessoal

Com todas suas entradas e saídas anotadas, agora é hora de determinar o seu orçamento pessoal de gastos mensais.

Separe a quantidade que você vai precisar para pagar contas, o que vai ser guardado para alcançar suas metas e que vai para a reserva de emergência.

Mas não se esqueça de deixar uma quantia para lazer e diversão.

Viver tranquilamente dentro de um orçamento saudável para organizar a vida financeira não precisa ser um tormento.

 

6 – Saia do vermelho o mais rápido possível

Se você já entrou na bola de neve das dívidas sabe que os juros não perdoam.

Seja no cartão de crédito, no cheque especial ou em algum empréstimo contratado, não é incomum ver o débito se multiplicar de modo desesperador.

Saldar essas dívidas deve ser sua prioridade ao fazer o planejamento financeiro.

Entre em contato com as empresas e proponha renegociações. O valor pode ser diminuído e você vai respirar aliviado pelos próximos meses.

porquinho para economizar dinheiro

7 – Tenha uma boa reserva de emergência

Se você quer de fato organizar a vida financeira, estar preparado para os imprevistos da vida faz toda a diferença em um orçamento bem feito.

Especialistas recomendam que você tenha pelo menos o equivalente a seis meses de gastos mensais.

Guarde um pouco por mês até atingir essa quantia em um investimento com liquidez diária, ou seja, que possa ser resgatado a qualquer momento.

A ideia é que a reserva financeira te deixe preparado para os gastos não esperados; dos mais simples, como um carro quebrado, até os mais sérios, como problemas de saúde na família e desemprego.

 

8 – Gastar menos e ganhar mais

A matemática para uma vida financeira melhor não é muito complicada, você precisa ter mais dinheiro entrando do que saindo, certo?

Por esta razão, além de reduzir custos no orçamento, você também pode se empenhar em completar a renda e ganhar mais.

Você pode passar a vender alguma coisa que sabe fazer, como comida ou artesanato; procurar trabalhos freelancers, como babá ou passeador de cachorros; além de se desfazer de coisas que não usa mais em casa, como o segundo carro e até peças de roupa e móveis encostados.

 

9 – Guarde dinheiro como hábito

Depois de equilibrar as contas nos gastos mensais é hora de guardar dinheiro para alcançar as metas.

O ideal é guardar pelo menos 10% da sua renda todo mês.

Se conseguir poupar mais, melhor ainda. Isso significa que você vai alcançar seus objetivos e sonhos ainda mais rápido.

O truque para não cair na armadilha de não poupar é encarar o investimento como uma das suas contas fixas mensais.

O salário caiu? Além de pagar os boletos, “pague” seu investimento na mesma hora.

Outra ideia é encarar como economia todo o dinheiro que receber sem esperar.

O pagamento de um empréstimo, a restituição do IR, prêmios de concursos e trabalhos de complementação de renda, por exemplo.

Se caiu na conta sem ser esperado, vai ser guardado por inteiro, combinado?

 

10 – Invista na sua educação financeira

Estudar sobre como economizar cada vez mais e melhor também é um investimento importante em você.

Novas maneiras de reduzir custos, ganhar mais dinheiro e até investimentos que rendem mais são apenas algumas das coisas que você pode – e deve – aprender.

E nem sempre é necessário gastar, hoje em dia, a internet está cheia de materiais gratuitos para quem quer aprender a fazer um planejamento financeiro que dá certo:

  • Artigos em blogs e sites
  • E-books sobre investimentos
  • Vídeos no youtube sobre como economizar em casa
  • Entrevistas com especialistas da área
  • Livros disponibilizados gratuitamente
  • Listas de atividades para conseguir completar a renda
  • Tabelas financeiras em excel para download

 

Conclusão

Sempre é tempo de melhorar a forma como nos organizamos financeiramente.

E uma vez que você aprende e toma gosta por isso, verá que é simples e que muda completamente a sua relação com o dinheiro.

Agora é colocar em prática os ensinamentos e começar a mudar o seu patamar financeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *