Vai montar o próprio negócio? 12 erros que você deve evitar

Tempo de leitura: 9 minutos

Quem nunca sonhou em montar o próprio negócio?

Em tempos de crise econômica e altos índices de desemprego no país, são muitas as pessoas que resolvem tirar a ideia do papel e começar um novo empreendimento.

O grande problema é que, na pressa de começar, a grande maioria dos empreendedores não se prepara para dar esse passo e acaba cometendo diversos erros.

Tanto que, segundo pesquisas do Sebrae, metade das empresas fecham as portas antes mesmo de completar cinco anos de vida.

Ou seja, ter um novo negócio não é uma tarefa nada fácil, não é mesmo?

Então, para que isso não aconteça com você, listamos neste post alguns dos principais erros cometidos por quem quer montar um negócio próprio.

Analise-os bem para que você saiba como evitá-los e, assim, realizar o sonho de ser dono de um empreendimento.

Confira!

negócio próprio

12 erros que você deve evitar ao montar o próprio negócio

1. Não se planejar

Um dos erros mais comuns que um empreendedor de primeira viagem pode cometer é não elaborar um planejamento muito bem estruturado antes mesmo de começar a montar o seu próprio negócio.

O mundo digital e o crescente desenvolvimento tecnológico fazem com que gestores resolvam pular essa etapa e já ir logo colocando a mão na massa.

Mas, elaborar um planejamento estratégico e financeiro, planejar a estrutura do negócio, fazer um estudo de viabilidade, pensar em estratégias de marketing, estruturar o produto ou serviço e a forma que ele será comercializado são etapas essenciais e que devem ser extremamente valorizadas.

 

2. Falta de conhecimento de mercado

Esse segundo erro está diretamente ligado ao primeiro.

Isso porque, no momento em que você decide abrir um negócio é essencial pesquisar e conhecer cada detalhe do segmento em que deseja atuar.

Ou seja, é preciso estudar sobre o mercado, a concorrência, público-alvo, fornecedores, localização ideal, investimento inicial necessário e burocracias – leis, exigências fiscais e tributárias.

Nesse sentido, realizar um levantamento sobre todos os pontos que são relevantes para o seu negócio é uma forma de te dar mais segurança na tomada de decisão e evitar problemas.

Não é hora de ter preguiça. O levantamento de informações precisa ser completo e o mais real possível.

Assim, você terá dados concretos para tomar as melhores decisões.

 

3. Dedicar-se pouco ao empreendimento

Quem nunca ouviu o dito popular “O olho do dono é que engorda o boi!”?

Essa antiga expressão se enquadra – e muito – quando falamos sobre montar o próprio negócio.

Isso porque criar, manter e expandir uma empresa exige muita dedicação e esforço.

E, quando o dono não se dedica, é muito provável que tudo comece a desandar.

Quem não faz nada e deixa o seu empreendimento nas mãos de terceiros, acaba correndo o risco de tomar um susto e ver as contas fechando no vermelho ou, até mesmo, um investimento mal feito causar problemas e colocar todo o negócio em risco.

 

4. Descuidar das finanças

organização financeira

Esse é um dos erros mais recorrentes, pois é muito comum encontrar empreendedores que esquecem de controlar o capital de giro e o fluxo de caixa.

Capital de giro é aquele montante que deve ser reservado para que a empresa possua dinheiro em caixa caso ocorra atraso de pagamento de clientes ou o negócio tenha um mês ruim.

Já o fluxo de caixa é a ferramenta que irá mostrar ao empreendedor como está a entrada e a saída de dinheiro da empresa.

Nesse sentido, é essencial que seja realizado um registro rigoroso de tudo o que entra e sai, até mesmo para que o gestor possa ter uma melhor previsibilidade e saber o melhor momento de investir ou segurar os gastos.

Também cuide para não misturar o seu dinheiro com o dinheiro da empresa. Por isso, a organização financeira se torna indispensável.

 

5. Não saber se organizar

Ter o próprio negócio para muitos é o mesmo que ter flexibilidade de horários, poder organizar o seu dia com menos rigor – já que não é preciso bater ponto ou cumprir uma carga horária fixa.

Mas, exatamente por este motivo, saber se organizar e ter disciplina são fatores essenciais!

Como vimos antes, é essencial que o empreendedor se dedique ao seu negócio.

É preciso cumprir cada etapa do planejamento, elaborar uma rotina de tarefas, colocar em prática aquilo que foi determinado sem protelar prazos.

Tenha uma agenda, planilha ou software de gestão para que todas as informações relativas ao negócio estejam disponíveis o tempo todo e com fácil acesso.

Isso facilita a tomada de decisões, além de deixar claro o que está sendo feito e o que ainda precisa de mais atenção.

 

6. Indefinição quanto ao seu produto ou serviço

Uma das principais etapas do planejamento estratégico de uma empresa é a definição do produto ou serviço que será oferecido ou comercializado.

Não saber exatamente o que você quer vender, como quer vender e o que é preciso fazer para conquistar o seu público é um dos principais erros de muitos empreendedores.

Para tanto, é importante conhecer detalhadamente o seu produto ou serviço e estruturá-lo para que atenda à uma necessidade do mercado.

Defina qual será a sua utilização, embalagem, tamanhos, cores, sabores, estrutura etc.

 

7. Não saber qual será o seu diferencial de mercado

Antes de abrir o seu negócio, sempre avalie o que ele oferece de diferencial, o que fará com que as pessoas comprem ou utilizem o que você irá comercializar.

O mercado está cada dia mais competitivo e novas opções e soluções surgem a todo momento.

Por isso, é essencial que você consiga se destacar da concorrência e fazer os olhos do seu consumidor brilharem.

Portanto, buscar inovar e oferecer alternativas para as dores do seu público é o que irá te diferenciar no mercado e fazer com que o seu negócio sobreviva.

 

8. Não estruturar um plano de marketing

O marketing e a comunicação são essenciais para que você consiga conversar com seu público e encontrar clientes em potencial.

Quando bem estruturado, um plano de marketing e comunicação pode fazer muito pelo seu negócio.

É ele quem irá mostrar aos clientes onde você está, o que oferece, seus diferenciais.

Muito mais do que apenas divulgar, ele trará estratégias para desenvolvimento e lançamento de produtos, precificação, distribuição de mercadorias, entre outros pontos.

Atualmente, ter estratégias de marketing digital, como Inbound Marketing, são essenciais.

 

9. Deixar de lado as redes sociais e os buscadores

Esse também é um erro que está intimamente ligado à estratégia de marketing da sua empresa.

Em um mundo extremamente digital, ter uma estratégia de divulgação e presença nas redes sociais é essencial.

Isso porque, grande parte das pessoas inicialmente realiza buscas e faz pesquisas sobre produtos e serviços na internet.

Então, deixá-las de lado faz com que você deixe de atingir uma grande parte das pessoas e perca a oportunidade de impulsionar as suas vendas.

 

10. Não ter um objetivo definido

Totalmente conectado ao primeiro erro, não ter um objetivo definido no momento de montar um negócio é certeza de que não dará certo.

O motivo é simples: quando você investe em algo sem saber o que quer atingir, você nunca saberá o que é preciso fazer para alcançar o seu objetivo.

Por isso, defina metas claras e reais. Saiba o que você deseja com o seu empreendimento e onde quer chegar com ele. E, a partir daí, estude e avalie o que é preciso fazer para alcançá-las.

Ou seja, você já não está mais navegando sem rumo e sabe exatamente qual caminho seguir.

11. Não dar atenção à equipe

Existem empresas de uma pessoa só? Sim, mas não são todas, não é mesmo?

Então é essencial ter atenção e cuidado no momento de montar o time da sua empresa. Saiba identificar quantos funcionários serão necessários, de quais áreas e as qualificações e características que busca.

Além disso, após montada a equipe, lembre-se sempre de investir em sua capacitação e no ambiente de trabalho. Isso mostra que você valoriza seus funcionários e os deixa mais engajados e motivados.

 

12. Desistir na primeira dificuldade

Finalmente, uma das grandes falhas de empreendedores iniciantes é desistir do negócio logo que aparece o primeiro obstáculo ou dificuldade.

Montar o próprio negócio é um passo importante para mudar de vida

Logo, não pode se deixar esmorecer na primeira dificuldade.

Para que um empreendimento seja reconhecido e dê o retorno esperado, leva um tempo.

Além disso, ao longo desse processo será necessário realizar mudanças e adequações para que ele siga no rumo certo.

Então, é essencial que quem for montar o próprio negócio tenha paciência e perseverança.

Conclusão

Uma coisa é certa: empreender é um grande desafio, mas não é um bicho de sete cabeças. Para ter um negócio próprio de sucesso e que prospere no mercado é essencial que ele seja estruturado de forma organizada e que tudo seja feito com muito estudo e dedicação.

Então, se você deseja montar um negócio próprio não esqueça de seguir as nossas dicas e fazer do seu empreendimento um sucesso!

E, se gostou do conteúdo, não deixe de compartilhá-lo em suas redes sociais!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *