Saiba como evitar a obesidade para viver melhor

Tempo de leitura: 5 minutos

Pesquisa do Ministério da Saúde atesta que mais da metade dos brasileiros está acima do peso, mais precisamente 55% da população. O pior, é que uma entre quatro pessoas são obesas. Se você se encaixa nesta estatística, está na hora de se preocupar em saber como evitar a obesidade.

Isto porque, pessoas obesas são mais propensas a desenvolverem uma série de problemas de saúde, como pressão alta e diabetes, que, por sua vez, podem levar a infarto e AVC (Acidente Vascular Cerebral).

A boa notícia é que sempre é tempo de começar um controle do peso sem, necessariamente, sofrer muito com isso.

No fim, você ganha saúde e qualidade de vida.

Acompanhe as dicas.

como evitar a obesidade

O processo que leva à obesidade

As pessoas engordam por problemas genéticos, medicamentos, disfunções endócrinas,  alimentação inadequada e sedentarismo.

Outro fatores, como depressão, também podem levar à obesidade.

Neste caso específico, muitas vezes um problema gera ou agrava o outro, pois há casos de pessoas que ficaram depressivas por conta da obesidade.

Em boa parte dos casos, o processo que leva à obesidade começa já na infância, principalmente quando a criança tem uma alimentação desregrada e rica em alimentos nada saudáveis, como fast food.

Outros desencadeadores são as crenças limitantes, quando adultos incutem na mente das crianças e dos jovens que elas nunca vão conseguir emagrecer.

Isso leva a uma formação calçada na ideia de que a pessoa sempre será gorda e, com isso, acaba indo realmente para este caminho.

E como eu sei se estou obeso?

Para saber se está acima do peso ou obeso é muito simples.

A resposta vem com o cálculo do IMC (Índice de Massa Corporal), que é feito da seguinte forma:

Pegue o seu peso em quilos e divida pela altura ao quadrado.

Exemplo:

Se você pesa 90 quilos e tem 1,75, a conta fica assim:

MC = 90 ÷ 1,75²
IMC = 90 ÷ 3,06
IMC = 29,4

ICM entre 25 e 29,9 aponta para excesso de peso. ICM 30 ou acima disso, o quadro é de obesidade.

Como evitar a obesidade?

A melhor forma de lidar com a obesidade é evitá-la.

Sim, se você tem tendência para engordar ou já tem alguém na família que está obeso, cuide ainda mais da prevenção.

Veja as principais dicas:

Como evitar a obesidade melhorando a alimentação

alimentação saudável

Veja dicas de como evitar a obesidade por meio da alimentação

  • Diminua a ingestão de alimentos ricos em açúcares e gorduras;
  • Aumente a ingestão de frutas, verduras e legumes;
  • Evite comer carboidratos, como massas, à noite;
  • Coma mais vezes durante o dia, mas em menor quantidade;
  • Evite fazer as refeições vendo TV, pois você se desconcentra do foco na comida e nem percebe que está comendo muito;
  • Mastigue mais lentamente e mais vezes a comida;
  • Beba bastante água.

É importante não radicalizar com eliminação severa de alimentos, o que pode causar mais ansiedade e dificuldade na continuidade do plano de tratamento.

Como evitar a obesidade com atividade física

atividade física

 

É bem provável que, junto com dietas que vão incluir a diminuição de sal, de carboidratos e de gorduras saturadas, o médico vá recomendar atividade física.

Ela vai acelerar o metabolismo e a queima de calorias, o que vai ajudar na redução da gordura.

Mas eu não gosto de academia, e agora?

E aqui entra uma boa notícia.

Não desanime pensando que vai ter que ficar horas se matando em academia com exercícios pesados.

Você pode até contratar um profissional de Educação Física para ajudá-lo preparação física.

Mas com exercícios simples, alguns feitos em casa mesmo, já é possível iniciar o processo que vai reduzir a gordura em seu organismo.

Veja dicas de exercícios que vão ajudar a evitar a obesidade:

  • Caminhe pela rua da sua casa ou no parque mais próximo por pelo menos 30 minutos diários;
  • Quando sentir que está suportando bem as caminhas em ritmo acelerado, passe para corridas leves (trote);
  • Ande de bicicleta;
  • Se mora em prédio, dispense o elevador e vá pela escada;
  • Faça alguma atividade que lhe dê prazer e que queima caloria, como dança, luta, natação.

Sempre é bom avisar que é imprescindível fazer uma avaliação médica antes de iniciar qualquer programa de emagrecimento e de exercícios.

 

Já estou obeso, e agora?

Antes de se assustar, saiba que o sobrepeso e a obesidade podem ser tratados.

O primeiro passo é procurar um médico, geralmente um endocrinologista, para uma completa avaliação e plano de tratamento.

O médico irá pedir uma série de exames para fazer um plano de tratamento mais assertivo, mas, via de regra, o foco será em dois pilares: melhorar a alimentação e fazer atividades físicas.

Pode ser que o seu caso seja de cirurgia bariátrica ou pode ser apenas questão de resolver o aspecto emocional.

Cada caso é um caso, por isso, fuja de conselhos de amigos ou de curiosos a respeito do que você deve ou não fazer.

O que eventualmente funcionou para uma pessoa não vai necessariamente funcionar para você.

Sem contar o risco que alguns tratamentos sem acompanhamento médico podem trazer, até mesmo risco de morte.

Evite, a qualquer custo, as dietas milagrosas ou dietas da moda que surgem a todo instante.

 

Se gostou deste artigo, compartilhe com quem está precisando destas informações.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *